Educação
Sexta, 18 Maio 2018 16:50

CANTIGA POPULAR

Escrito por

CANTIGA POPULAR "MESTRE ANDRÉ" NO CIME BAIRRO DA AREIA BRANCA

No dia 27 de Abril, os alunos da professora Regina C. Rodrigues e professor Elinson Cristiano da Silva, do 2º ano da Cime "Bairro da Areia Branca", apresentaram após o Hino Nacional a cantiga popular "Mestre André". De maneira que já é um conteúdo estudado do Programa Ler e Escrever e faz parte do Projeto; Cantigas Populares, os alunos realizaram a interdisciplinaridade com as aulas de Arte. Primeiramente se apropriaram da letra da cantiga e em seguida fizeram ensaios com instrumentos em miniaturas, os quais representaram a letra da música, para posteriormente realizarem a apresentação. Contaram com o professor adjunto Elinson, que ensaiou as crianças, elaborou a coreografia, e trouxe a maior parte dos instrumentos. Foi uma atividade que trouxe extrema satisfação aos alunos, por gostarem muito de cantar, além da participação da pequena plateia que também cantou com entusiamo e alegria. Parabéns criançada! 

  • areia 1
  • areia 2
  • areia 4
  • areia 5

No último dia 17, no CIME Plínio Morato de Oliveira, no momento do Hino Nacional, a Professora Ângela Adriana Lopes e seus alunos da turma de 1°, 2° e 3° anos realizaram a Palestra Show “Dengue e suas denguetes”. Todos os alunos e a gestão da escola foram convidados para assistir à atividade.

Durante a palestra a professora e seus alunos explicaram de maneira rica e muito lúdica a origem africana do mosquito Aedes Aegypti e como o mesmo chegou ao Brasil trazido pelos navios negreiros, além disso, também esclareceram sobre as doenças que podem ser transmitidas pelo mosquito e que os macacos, assim como os seres humanos, também são vítimas e não transmissores da febre amarela.

Os alunos também aprenderam sobre os cuidados para prevenção às doenças, o que fazer em caso de apresentar os sintomas e os perigos da automedicação.

A gestão da escola agradece a professora, seus alunos e toda equipe por esse momento tão rico e agradável de aprendizagem.

  • AMP 5
  • AMP 2
  • AMP 4
  • AMP 1

Os Guardas Civis Municipais da Ronda Escolar, Gardiolo, Clodoaldo e Dorigan, iniciaram nesta terça-feira, dia 20/03, na E.M.E.F. “Raul de Oliveira Fagundes”, o Projeto “Cuide bem do seu bebê”. O projeto consiste em propor aos pais de alunos de nossa rede de ensino métodos e conceitos para serem aplicados no dia a dia dando as ferramentas para que possam promover o melhor desenvolvimento a seus filhos com sugestões de mudanças de paradigmas e reforçando a aliança entre pais/filhos e filhos/pais. Auxiliando assim de maneira didática e prática nos conflitos familiares. Os GCM´s realizaram palestras com professores e com os pais, explicando o objetivo do projeto e o tema. Segundo eles, o nome do projeto se dá ao fato de que para os pais, mesmos que os filhos já sejam adultos, serão sempre “seus bebês” e terão sempre a responsabilidade de cuidar deles. A palestra dos guardas foi muito dinâmica e ao final os participantes fizeram uma avaliação, sendo que 11% a consideraram BOA e 89% a consideraram ÓTIMA. Nós, equipe da E.M.E.F. “Raul de Oliveira Fagundes” agradecemos a oportunidade de conhecer este projeto, que consideramos de extrema importância para aproximar a Guarda Civil Municipal da comunidade e dos alunos de forma a valorizarem o trabalho preventivo na formação do caráter das crianças e acima de tudo pela mensagem transmitida pelos guardas, da importância da relação afetiva dos pais com os filhos.
Sexta, 01 Dezembro 2017 13:59

Classificação e Pontuação Docente

Escrito por

Para acessar as listas de classificação dos professores e gestores da rede municipal de ensino clicar ni menu superior <Classificação Docentes>.

class prof

 

Há dois anos a estudante Leonara de Medeiros Brás, do Instituto de Computação/UNICAMP, mostrou interesse em desenvolver sua pesquisa de mestrado no Atendimento Educacional Especializado da Rede Municipal de Ensino do município de Amparo/SP.

Durante dois anos aconteceram diversos encontros de estudo com as professoras do Atendimento Educacional Especializado/AEE Cátia Toledo Bortolini, Leila Ap. Dionisio Pinto, Marisol Regina Pavani de Oliveira, Evanilde Paula Cavalcanti, juntamente com a coordenadora do Programa de Educação Inclusiva, Maria Luisa Pozzebom Benedetti e a Assessora Técnica Pedagógica, Eliane de Souza Ramos. Estes encontros foram acompanhados pelo orientador Prof. Dr. Heiko Hornung, também do Instituto de Computação/UNICAMP.

Os estudos desenvolvidos foram com base nos princípios do Design Universal, com uso de métodos e técnicas de Projeto Participativo, onde foram compreendidas as fases do estudar, projetar, construir e avaliar. Esta maneira de construção dáoportunidade a todas as partes interessadas resultando em tecnologias que fazem sentido para estes e são relevantes para os usuários.

Vemos atualmente que a tecnologia é cada vez mais utilizada para apoiar professores e alunos no processo de ensino e aprendizagem. Uma dessas tecnologias é a TUI, que se destaca, por estar cada vez mais presente no ambiente escolar, fornecendo novos meios para adquirir conhecimento e até mesmo para a inclusão de crianças e adolescentes no ambiente escolar.

Estas reuniões de estudo resultaram em um recurso de acessibilidade para uso dos alunos na sala de aula do ensino comum, que faça sentido e seja relevante, beneficiando os alunos com e sem deficiência. 

A avaliação dos professores neste projeto de uma nova tecnologia mostrou que essa participação beneficia o processo de inclusão na sala de aula da escola comum, pois permite pensar sobre como eliminar barreiras que impedem os alunos de ter acesso ao conhecimento, ao ambiente escolar e às pessoas.
 A abordagem participativa para
o design mostrou sua força: os professores participantes conheciam seus alunos e as suas necessidades assim foram capazes de pensar melhor sobre tecnologias que facilitam o desenvolvimento das habilidades e das possibilidades de aprendizagem dos estudantes.
Este conhecimento promoveu a incorporação da nova tecnologia e, portanto, novas
práticas, dentro do trabalho dos professores na sala de aula comum.

Através deste trabalho foi escrito um artigo Participatory Design of Technology for Inclusive Education: a Case Study”, que foi apresentado para o HCI International/2017 em Vancouver/CAN no mês de julho. O fato da pesquisa ter sido um trabalho em campo e de construção com os envolvidos foi um diferencial nesta apresentação.

Esta pesquisa também nos possibilitou momentos muito ricos de aprendizagem, pelo compartilhamento de conhecimentos de áreas diferentes, de trocas de ideias, para a construção de um produto final que sem dúvida contribuirá para a eliminação de barreiras para todos os alunos, buscando uma educação de qualidade com todos. 

  • E2
  • E3
  • E1

No dia 19 de outubro, os alunos do 5º ano do CIME Bairro da Areia Branca puderam participar de uma viagem ao Zoo de Americana/SP.

A atividade faz parte do Programa Turismo do Saber, destinado a proporcionar a crianças de escolas públicas uma nova experiência de vida por meio do Turismo Social, na qual cada participante pode ter contato com diferentes paisagens, culturas, recursos naturais e patrimônios que permitam ampliar os horizontes e conhecimentos dos turistas-mirins. A ação proporciona uma saída do ambiente escolar, com o objetivo de aprofundar os conteúdos desenvolvidos na sala de aula através da visita de 1(um) dia a determinados atrativos turísticos.

No Zoo, os alunos puderam ver diversos animais como tigres, onças, leão, leoa, lagartos, tartarugas, anta, hipopótamo, cobras, diversos tipos de aves, como pavões muito coloridos que circulavam pelo parque, vários primatas, incluindo o mico-leão-dourado. Este animal, inclusive, chamou muito a atenção das crianças por ser o símbolo da Mata Atlântica e ter sido trabalhado no Projeto “Universo ao meu redor”, desenvolvido em sala de aula. Além disso, fizeram um gostoso piquenique na área de alimentação do parque, com direito a sorvete. Foi um dia de muito aprendizado e diversão!

  • A1
  • A2
  • A3
  • A4
  • A5
  • A6
  • A8
  • A9
  • A10
  • A11

Nos dias 25 e 26 de Outubro foi realizada a reunião de pais na U.E CIME Cinderela. Nesta reunião priorizamos a integração da família com a escola, os pais foram recepcionados com um delicioso café da tarde e puderam assistir a um vídeo onde foram apresentadas as atividades realizadas na semana da criança como forma de agradecimento pelas colaborações.

Em seguida foi realizada uma atividade onde os pais participaram junto às crianças em sala de aula. Acreditamos que as reuniões devem ser momentos de integração em que os pais tenham oportunidade de conhecer sobre o que as crianças fazem e aprendem e a partir disso reconheçam e valorizem o trabalho realizado na escola.

  • IMG 5625
  • IMG 5626
  • IMG 5668
  • IMG 5670

Segunda, 27 Novembro 2017 17:13

JORNAL “A TRIBUNA”

Escrito por

A TRIBUNA.com.br

Assembleia libera uso de celular em escolas estaduais de São Paulo

Projeto de lei segue para sanção do governador. Uso de crianças e adolescentes fica permitido apenas para fins pedagógicos. A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na terça-feira (10) uma proposta do governo do Estado de São Paulo que permite o uso de celular em sala de aula para fins pedagógicos.

A mudança possibilitará que crianças e jovens do Ensino Fundamental e Médio de escolas estaduais utilizem os aparelhos durante atividades pedagógicas orientadas por educadores. O governo, no entanto, garante que o monitoramento e o filtro de conteúdo acessado pelos estudantes será mantido.

A proposta foi encaminhada pelo governador Geraldo Alckmin, em 2016, após pedido feito pelo secretário da Educação, José Renato Nalini. De acordo com o secretário, é preciso manter o aluno interessado em aprender. "O ensino prelecional está sendo questionado em todos os ambientes. Se quisermos manter o aluno interessado em aprender, temos de usar a linguagem dele. A linguagem de seu tempo", disse Nalini. Agora, o projeto de lei segue para sanção do governador.

Wi-Fi e banda larga

O governo do Estado anunciou, ainda, que até outubro de 2018, todas as 5 mil escolas estaduais paulistas terão sistema wi-fi e banda larga. O objetivo, segundo a gestão de Geraldo Alckmin, modernizar a rede. 

As redes sem fio serão instaladas, inicialmente, nas salas dos professores e de informática. As instituições de ensino que fazem parte do programa Escola da Família também terão a opção de utilizar a conexão aos fins de semana em locais específicos.

http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/cidades/assembleia-libera-uso-de-celular-em-escolas-estaduais-de-sao-paulo/?cHash=1bbb69513fe3133be38aeaa3e4fd9d32

 

Caro(s) Redator(es)

Nós, alunos do 5º ano C da E.M.E.F “ Raul de Oliveira Fagundes”, gostaríamos de opinar sobre a notícia publicada no dia 20/10/2017, caderno B4. Sob o título: “Celulares estão liberados em escolas estaduais de S.P”.

Concordamos que essa liberação trará alguns benefícios aos alunos, gostamos de estar conectados, facilitará o nosso entendimento nos trabalhos  em classe, nas pesquisas, e tornará as aulas bem mais atualizadas e agradáveis, já que o celular “fala a nossa língua”.

Porém acreditamos que existem alguns pontos que devem ser discutidos: Por exemplo; se um celular for furtado na escola, quem se responsabilizará? O celular pode se tornar uma distração para o aluno e tirar-lhe a atenção nas explicações, porque é difícil para os professores terem o controle do uso do mesmo por todos os alunos da sala.

Também, poderemos receber ou fazer ligações na escola ou nas imediações, que não faríamos ou receberíamos perto dos nossos familiares, nos colocando em risco. Sem contar que aumentará os conflitos escolares.

Pensamos que esse assunto é muito sério e deve ser bem estudado pelos profissionais da educação, pois apesar de auxiliar, poderá trazer consequências desagradáveis, não só para nós (alunos), mas para toda a escola.

Gratos pela atenção!

Alunos do 5º ano “C”  da escola “Raul de Oliveira Fagundes"

Professoras: Maria Zilda da Silva e Silvia Betânia Reis Braga.

20/10/2017

 

No dia dezenove de outubro os alunos do 5º ano, visitaram o zoológico da cidade de Americana – SP. Tiveram a oportunidade de conhecer a fauna de diferentes ecossistemas. As crianças ficaram fascinadas com os felinos.

Finalizamos a atividade com uma visita monitorada ao Jardim Botânico, onde os alunos observaram diferentes espécies da flora nativa e exótica.

Este passeio foi proporcionado pela Secretaria Municipal de Educação de Amparo, em parceria com o Programa Estadual Turismo do Saber que é destinado a proporcionar a crianças de escolas públicas, uma nova experiência de vida, por meio do turismo social.

Agradecemos especialmente à Supervisora Pedagógica Alessandra Maria Aquino Canivezi Pereira que nos auxiliou com muito empenho para que esse passeio ocorresse.

 

  • zoo2
  • zoo3
  • zoo4
  • zoo5
  • zoo6
  • zoo7
  • zoo8
  • zoo9
  • zoo10
  • zoo11
  • zoo12
  • zoo13
  • zoo14